FAQ

PORQUÊ CONSTRUIR EM MADEIRA E COM MADEIRA?

Madeira é sinónimo de uma agradável atmosfera para se habitar. Mas para além disso também é uma matéria-prima de alta tecnologia, que inova. A alta flexibilidade da madeira cria liberdade na modelação arquitetónica, seja em construções novas ou restauro, seja em construções privadas, públicas ou industriais.

A madeira é uma matéria-prima de alta capacidade com peso próprio baixo, uma firmeza elevada e com capacidade de carga elevada, como também um bom isolamento térmico.

Fazem parte dos estilos de construção em madeira, a construção da armação em madeira, a construção do esqueleto da casa em madeira e também a construção massiva em madeira.

O uso da madeira como material estrutural remonta à origem das construções humanas. A sua disponibilidade natural aliada às suas boas propriedades mecânicas e à sua fácil manipulação torna a madeira num material fundamental ao desenvolvimento das civilizações.

A construção em madeira distingue-se dos outros sistemas, através da construção em várias camadas e da combinação de vários materiais. Deste modo são cumpridas as exigências ao nível técnico e físico da construção, em relação à segurança padrão, ao isolamento térmico, acústico, da humidade, e à proteção contra o fogo. Assim, construir em madeira, implica construir de forma inovadora, de primeira qualidade e de forma económica.

A CONSTRUÇÃO EM MADEIRA É SEGURA CONTRA INCÊNDIOS?

Não é por acaso que em todo o mundo a construção de madeira é uma alternativa. A grande vantagem da madeira, no que respeita a incêndios, é ser um material previsível: a madeira maciça não arde rapidamente e, raramente, o incêndio tem início em elementos deste material.

É um material combustível, mas que tem uma temperatura de ignição elevada, de 400ºC sem chama, 300ºC sobre o efeito dum foco de incêndio durante um período de tempo significativo e 150ºC com pré aquecimento (Harlt, 1995). Ao arder a camada exterior, esta irá retardar a progressão da combustão em profundidade. O interior da madeira irá manter as suas propriedades físicas e mecânicas constantes. A madeira com a combustão só irá perder a sua resistência pela redução da sua secção e nunca por perda de resistência do material.

Com a utilização de elementos que inibem os incêndios consegue-se chegar a uma segurança padrão mais elevada.

Estudos e estatísticas a nível mundial, apontam que o risco de incêndio numa casa de madeira, nada tem a ver com o material de construção empregado, mas sim com o equipamento, a idade e comportamento das pessoas que nela habitam, a idade e o estado das instalações elétricas, etc.

O ISOLAMENTO ACÚSTICO NA CONSTRUÇÃO DE MADEIRA É EFICAZ?

Na construção moderna em madeira, as partes exteriores são feitas de tal forma, que a combinação dos diversos materiais quanto à sua disposição por camadas, permitem atingir facilmente, os níveis de exigidos.

A MADEIRA É UM BOM ISOLAMENTO TÉRMICO?

A madeira é por natureza um material de construção com pouca condutibilidade de calor. A madeira tem por natureza células de ar, que reduz significativamente a condutibilidade do calor e do frio, ao contrário de outras matérias-primas. Isto é, no inverno o frio não entra e no verão o calor fica lá fora. Com camadas extra de isolamento facilmente se consegue atingir, verdadeiros milagres, de poupança de energia.

O bom isolamento térmico , associado à capacidade que a madeira tem em absorver e restituir humidades ao meio ambiente, assegura um óptimo conforto durante todo o ano.

Com o isolamento térmico incorporado nas paredes, permite que estas sejam estreitas, aumentando a área de construção e diminuindo o peso da própria construção. Por isso pode-se dizer que, com quase nenhum outro material de construção, é tão fácil construir um invólucro habitacional altamente isolado, como com a madeira.

CONSTRUIR EM MADEIRA É ECONÓMICO E EFICIENTE?

Olhando para vários pontos do globo, onde existe uma tradição de construir em madeira, concluímos que o sistema americano era o mais rápido e económico, e que o sistema escandinavo incorpora o melhor sistema de poupança de energia. Juntando estes dois sistemas podemos chegar a um patamar de qualidade bastante elevado, aliando a tudo isto conceitos modernos de construção a nível arquitetónico.

QUAL O TEMPO DE VIDA ÚTIL DE UMA CASA EM MADEIRA?

Estudos a nível mundial apontam como tempo médio de vida útil de uma casa, seja madeira ou de outro material, é de 80 a 100 anos. É evidente que qualquer tipo de casa para atingir estas idades, necessita de um planeamento e execução de manutenção.

COMO PROTEGER A MADEIRA PARA PERMITIR A SUA LONGEVIDADE?

Pode-se proteger a madeira para maior duração através de técnicas e produtos isentos de químicos. O calor, a geada, a corrosão e a poluição do ar, nada fazem à madeira. Esta necessita de proteção contra a humidade. Mesmo assim a madeira como material com baixo teor de humidade, para o interior não necessita obrigatoriamente de proteção. Para o exterior existem alternativas à proteção química, como os produtos aquosos, hoje em dia já muito desenvolvidos, e a Termo-modificação (termowood). Como acabamento decorativo, existem uma vasta gama de opções

QUAIS AS VANTAGENS PARA O MEIO AMBIENTE, CONSTRUIR EM MADEIRA?

A madeira faz parte do ecossistema da floresta, o que a torna uma fonte de matéria-prima que se renova. Cada árvore durante a sua vida retira grandes quantidades de CO2 da atmosfera, acumulando-o sob a forma inofensiva de dióxido de carbono. Por isso a utilização da madeira é altamente vantajosa para o equilíbrio ecológico. A madeira apresenta características únicas pois é completamente reciclável, as suas reservas renovam-se naturalmente. A sua utilização na construção poderá representar uma forma de valorizar os produtos florestais, constituindo, certamente, um excelente meio, dinamizador, de preservação das florestas mundiais.

QUAIS OS CUSTOS DE PRODUÇÃO DA MADEIRA COMO MATÉRIA-PRIMA?

Como a madeira é o único material de construção e a única matéria-prima que cresce de novo naturalmente (onde uma pessoa corta uma árvore para a construção da sua casa, o seu filho ou neto pode cortar também uma árvore para o mesmo fim). Para isso não necessita de mais nada do que ar, agua e sol. Se analisarmos os custos energéticos, desde o corte da árvore, passando pela transformação do tronco em peças, e a sua aplicação em obra, concluímos que nenhum outro material, consegue custos tão baixos.

A MADEIRA PERMITE UMA CONSTRUÇÃO FLEXÍVEL E DINÂMICA?

Devido à flexibilidade dos sistemas de construção em madeira, é possível determinar de forma individual a orientação da casa, a sua relação com o terreno, a planta, as divisões, a oferta de espaço, a ampliação e o equipamento. Devido a elementos de construção estreitos consegue-se obter até mais 10% de área habitável se comparado com outros sistemas. Não se optando por uma construção massiva em madeira, pode-se optar pela combinação com outros materiais: por exemplo, no interior o gesso cartonado, cerâmica, etc; e nas fachadas exteriores para além da madeira, reboco, tijolo, pedra, etc.; não havendo limites para as fantasias individuais.<br>Com o passar dos anos a construção em madeira permite alterações construtivas mais rápidas e limpas. Por exemplo: por se viver com uma idade mais avançada ou por razões de incapacidade, é possível fazer mudanças em casa de forma relativamente fácil e económica.